Municípios do interior do Maranhão recebem registros de casos de COVID-19 por transmissão ocorrida na capital

A propagação do COVID-19 no Maranhão tem ocorrido de forma rápida e o número de casos registrados nas cidades do interior assustam. Muitos casos ocorrem através da transmissão ocorrida em hospitais da capital, uma vez que já existem pessoas com registros suspeitos em várias unidades de saúde.

Um exemplo se atribui a uma paciente de hemodiálise da cidade de Santa Rita que precisou de atendimento em uma unidade de saúde de São Luis. Na ocasião, a paciente ficou em observação em uma enfermaria onde existia uma paciente com suspeita de coronavírus.

Após testes, a paciente do interior apresentou o resultado positivo de COVID-19, bem como todos na mesma enfermaria, porém o relatório da SES registrou o caso como sendo da cidade de origem da paciente e não do local da contaminação.

Outro caso semelhante aconteceu na cidade de Urbano Santos, onde também um paciente de hemodiálise que precisou de atendimento em São Luis, testou positivo após permanecer por algumas horas em uma unidade básica de saúde.

Segundo o ministério da saúde, esse caso se enquadra em caso de transmissão comunitária local , “Já a transmissão local comunitária acontece quando uma pessoa testa positivo para o vírus, não sendo possível identificar a fonte da contaminação, explicou o ministro da Saúde, Luíz Henrique Mandetta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *