Realizado o Seminário sobre combate ao câncer no Maranhão

Foi realizado na manhã desta segunda-feira (29) o seminário “Situação atual e tratamento do câncer no Estado do Maranhão”. O evento, coordenado pelo deputado Hildo Rocha, foi promovido pela Comissão Especial de Acompanhamento às Ações de Combate ao Câncer no Brasil, da Câmara Federal, colegiado presidido pelo deputado Weliton Prado.

Além dos deputados federais Hildo Rocha, Gyldenemir, Elizabeto Gonçalo e Weliton Prado, também participaram do evento o prefeito de São Luís, Eduardo Braide; o senador Weverton Rocha; os deputados estaduais César Pires e Arnaldo Melo; o Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula; o Presidente do Conselho Estadual de Enfermagem (Coren), José Carlos Costa Araújo Júnior; a diretora do Hospital do Câncer do Maranhão (Hospital Geral), Ana Carolina Costa Marques e o diretor do Hospital Aldenora Bello, Antonio Dino Tavares. Profissionais do setor, secretários municipais de Saúde e vereadores também prestigiaram o seminário que aconteceu no auditório Neiva Moreira, na Assembleia Legislativa.

A Comissão Especial de Acompanhamento às Ações de Combate ao Câncer no Brasil, foi criada, em junho deste ano, com o objetivo de aprofundar os debates acerca do tema e fazer o acompanhamento do acesso ao diagnóstico e ao tratamento da doença, e lutar pelo cumprimento da legislação sobre a matéria.

Déficit de atendimento

O deputado Hildo Rocha destacou que entre as dificuldades enfrentadas por pessoas com câncer no Maranhão estão a carência de unidades de tratamento e a falta de profissionais especializados.

Mesmo o atual governo tendo aumentado a quantidade de unidades de saúde especializadas no tratamento do câncer, existem apenas quatro unidades em todo o Estado, enquanto em Santa Catarina, cuja população é equivalente à do Maranhão, tem 19 unidades de combate ao câncer. As unidades de diagnóstico e tratamento do câncer no Maranhão existem em apenas três municípios, já no estado de Santa Catarina em treze municípios. Isso confirma que o Maranhão é muito carente, em relação a quantidade de centros e hospitais de referência no combate ao câncer. Por isso a demora para o início do tratamento contra o câncer, o que agrava a situação clínica dos doentes”, explicou Hildo Rocha.

Marco histórico

O deputado Wellington Prado, presidente da Comissão especial de Acompanhamento às Ações de Combate ao Câncer no Brasil, ressaltou que a criação da comissão representa um marco histórico na luta em prol do aprimoramento do tratamento de câncer, no Brasil.

“A instalação dessa comissão é um marco histórico. Em apenas seis meses de funcionamento realizamos 17 reuniões em Brasília. O Seminário que realizamos hoje, junto com o deputado Hildo Rocha, membro da comissão que fez a solicitação para que a Comissão viesse ao Maranhão é o primeiro fora do Distrito Federal”, enfatizou.

Fundo Estadual de Combate ao Câncer

Prado enalteceu a iniciativa do então deputado estadual Eduardo Braide, autor do projeto de lei que culminou na criação do Fundo Estadual de Combate ao câncer.

“Quando eu vim para o Maranhão trouxe comigo uma pergunta. Porque o Maranhão é o único Estado da Federação onde os pacientes que necessitam de medicamentos para tratamento de câncer recebem os remédios sem ter que recorrer à justiça. Fiquei sabendo, pelo secretário de saúde, Carlos Lula, que é porque existe o Fundo Estadual de Combate ao câncer que assegura os recursos financeiros para a compra dos medicamentos. Esse é um ponto positivo que merece ser destacado. Outro ponto que também merece o nosso reconhecimento, é o Estatuto da Pessoa com Câncer, de Eduardo Braide que aprovamos recentemente”, comentou Weliton Prado.

Subfinanciamento do SUS

O prefeito Eduardo Braide lembrou que um dos grandes problemas da política de enfrentamento do câncer está no subfinanciamento do SUS.

“Foi por isso que aqui no Maranhão tomamos a iniciativa de criar o Fundo Estadual de Combate ao Câncer. Inspirado nessa iniciativa exitosa, quando fui eleito deputado federal lancei Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 60/20 recomendando a criação do Fundo Nacional de Prevenção e Combate ao Câncer, medida que ainda tramita na Câmara dos Deputados”, enfatizou Braide.

Agenda da sociedade brasileira

O Senador Wewerton Rocha, parlamentar que liderou o processo de instalação do Hospital de Amor de Imperatriz, destacou que de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a partir de 2030, de cada duas mortes no mundo uma poderá ser em consequência de câncer.

“Isso assusta e nós todos temos que reagir. A sociedade sabe o desafio que se tem com essa agenda que não é uma agenda ideológica não é uma agenda partidária é uma agenda de toda a sociedade que precisa ser tratada, discutida, resolvida”, sublinhou o senador.

O deputado estadual César Pires frisou que o câncer é uma doença que precisa ser combatida de forma incisiva, o parlamentar defendeu parceria entre os setores de Saúde e Educação para a difusão de informações que possam contribuir para a diminuição da doença.

O deputado Arnaldo Melo chamou atenção para o fato de que a luta é árdua, sendo necessária uma integração entre os municípios, a Secretaria Estadual de Saúde e a rede do SUS. “É preciso isso para que seja desenvolvida uma campanha ampla contra os vários tipos de câncer”, ressaltou o parlamentar.

 

 

CARRETA DA MULHER REALIZA DIVERSOS ATENDIMENTOS EM PIRAPEMAS

A pedidos dos vereadores Uacy, Edmar Mota e Alan, esteve em Pirapemas a Carreta da Mulher Maranhense com um amplo atendimento às mulheres do município.

Com a vinda da Carreta, as mulheres puderam realizar consultas médicas, aferição de pressão, exame do papanicolau, dentre outros serviços ofertado pela carreta.

A Carreta da Mulher Maranhense esteve no período de 22 a 24 de novembro e atendeu aproximadamente 1.000 (mil) pessoas.

Com essa iniciativa as mulheres conseguem garantir mais saúde e mais qualidade de vida, seguindo uma determinação do planejamento elaborado pelo Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Para os vereadores, o momento é de gratidão diante desse projeto audacioso de saúde na praça e mais próximo do cidadão.

Prefeita Fernanda Gonçalo recebe ambulância semi – intensiva do SAMU

A prefeita Fernanda Gonçalo recebeu na tarde desta quinta-feira (11) a nova ambulância semi-intensiva do SAMU. O veículo chega a Bacabeira para atender a demanda da saúde, com todos equipamentos necessários para atendimento e transporte pré-hospitalar.

A viatura do Samu que chega a Bacabeira faz parte do processo de implantação do posto do Samu que deve ser iniciado nos próximos meses. Vale destacar que a ambulância é mais um dos inúmeros benefícios adquiridos através do deputado federal – Dr. Elizabeth Gonçalo.

Na ocasião, estiveram presentes o presidente da Câmara Jeferson Calvet , os vereadores Branco de Babu e Lucas Seixas; os secretários Dan Castro (Cultura), Leilinha (SEMDES), Tatiara (Saúde), Naila Gonçalo (Direção do Hospital), Pr Araújo e enfermeiras do hospital.

Autorização emergencial de vacinas contra a covid-19 pode ser dado em até 10 dias, diz Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estima que poderá avaliar e conceder autorização emergencial de vacinas contra a covid-19 em até 10 dias para empresas que cumpram os requisitos fixados. Esta modalidade de permissão foi estabelecida pelo órgão para permitir uma análise mais rápida em condições especiais de imunização diante do cenário de pandemia.No início do mês, a Anvisa divulgou o guia de critérios e procedimentos para a aprovação de autorizações emergenciais para vacinas em caráter experimental contra a covid-19.

A permissão especial poderá ser fornecida para vacinas que estejam em estudo no Brasil na chamada Fase 3, em que a eficácia e a segurança são analisadas. Nesse caso, as vacinas serão destinadas a programas de governo, não podendo ser comercializadas pelas empresas que obtiveram a permissão.

Apenas as empresas que estão desenvolvendo as vacinas poderão solicitar a autorização na Anvisa. Deve ser comprovada a capacidade de fabricar ou de importar a substância. As companhias interessadas em tal alternativa deverão fazer antes uma reunião com a equipe da Anvisa, que é chamada de “pré-submissão”. Será preciso também já ter aprovado na Anvisa um dossiê de desenvolvimento clínico.

Autorização por outros países

Em comunicado sobre o novo prazo de até 10 dias, a Anvisa abordou também o procedimento de autorização emergencial a partir da aprovação do uso do imunizante por órgãos reguladores de outros países. O mecanismo está previsto em lei.

O texto menciona a permissão da agência de saúde dos Estados Unidos (Food and Drug Administration, FDA) à vacina da Pfizer, argumentando que ainda que o processo em curso nos Estados Unidos seja semelhante, ainda seria necessário ter uma avaliação própria da agência brasileira.

“Ainda assim, parte dos dados, bem como compromissos e planos de monitoramento que precisam compor o pedido de uso emergencial [em outro país a outro órgão regulador], referem-se exclusivamente a realidades nacionais e, por isso, a importância da análise da vacina a ser usada no Brasil ser realizada pela Anvisa”, diz a nota.

Entre os aspectos que deverão ser considerados na avaliação que a agência – que deve ser realizada em até 10 dias – estão:

-Se a vacina que será disponibilizada para a população brasileira é a mesma avaliada nos estudos clínicos;
-Se a população-alvo a ser vacinada no Brasil é a mesma que será imunizada no país da autorização original;
-Quais as estratégias de monitoramento da aplicação das vacinas e de eventuais efeitos adversos nos indivíduos.

O comunicado da Anvisa pondera a replicação da autorização pela autoridade reguladora chinesa da CoronaVac, vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa SinoVac em parceria com o Instituto Butantan.

A nota afirma que os critérios empregados no país para a autorização “não são transparentes” e não há ”informações disponíveis” sobre eles. “Caso venha a ser autorizada a replicação automática da autorização de uso emergencial estrangeira no Brasil, sem a devida submissão de dados à Anvisa, são esperados o enfraquecimento e a retardação na condução do estudo clínico no Brasil, além de se expor a população brasileira a riscos que não serão monitorados pela empresa desenvolvedora da vacina”, informa o documento.

PREFEITO PADRE DOMINGOS DE MATÕES DO NORTE PAGA GRATIFICAÇÃO AOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Pelo Decreto Municipal n° 030/2020, assinado pelo prefeito Domingos Costa Correa, está fixada gratificação por condições especiais de trabalho, considerando a dura e estressante jornada no combate pandemia provocada pelo novo coronavirus.

Secretário de Saúde João Pedro e o Prefeito Padre Domingos ladeados por profissionais de saúde.

Com o Decreto, destaca o Prefeito Padre Domingos, “o município de Matões do Norte valoriza e reconhece o trabalho desses profissionais no dia a dia contra o COVID-19, na luta em favor da vida de seus semelhantes, buscando melhorar a condição material daqueles que estão cuidando da vida de diversas pessoas, especialmente, dos pertencentes ao grupos de risco”.
.
O Prefeito Padre Domingos já autorizou o pagamento da gratificação no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde. A gratificação por condição especial de trabalho foi paga com percentual de 20% (vinte por cento) sobre os vencimentos dos servidores em exercício dos seguintes cargos:
Enfermeiro, Cirurgião-Dentista, Fiscal de Vigilância Sanitária/Saúde, Bioquímico/Farmacêutico, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar/ Técnico em Laboratório, Técnico em Enfermagem e Auxiliar de Enfermagem. O percentual de 15% (quinze por cento) pago aos Agentes de Combate a Endemias – ACE, Agentes Comunitários de Saúde – ACS, Recepcionista, Auxiliar Operacional de Serviços Diversos, Digitador e Motorista. O percentual de 25% (vinte e cinco por cento) pago aos servidores que fazem parte do Comitê de Enfrentamento e Combate ao Coronavirus (COVID-19).
.
Também estão recebendo a gratificação os servidores que estão efetivamente prestando serviço que os exponham potencialmente ao contágio pelo coronavirus (COVID-19), principalmente, os lotados nas Unidades Básicas de Saúde, Secretaria de Saúde, Centro de Referência da COVID-19, Laboratório Municipal, Vigilância em Saúde e no Centro de Saúde José Araújo.
.
A concessão da gratificação terá a duração até 31 de dezembro de 2020, enquanto durar o Estado de Calamidade Pública.

Padre Domingos concede gratificação aos profissionais da linha de frente ao Covid-19

O prefeito Padre Domingos realizou nesta Quinta – Feira 30), uma vistoria na reforma e ampliação do Centro Avançado de Saúde na sede do município. O prefeito estava acompanhado de assessores e do secretário de saúde João Pedro.

A obra faz parte de um compromisso assumido pelo prefeito Padre Domingos em ampliar a rede de atendimento aos seus munícipes, proporcionando pelo atendimento e qualidade aos cidadãos usuários do sistema único de saúde – SUS.

Na ocasião, o gestor municipal concedeu gratificação por merecimento aos profissionais da saúde que estão na linha de frente no enfrentamento ao Covid-19.

Prefeitura de Matões do Norte realiza desinfecção contra o novo coronavírus (COVID-19)

A Prefeitura Municipal de Matões do Norte por meio da Secretaria de Saúde, através da equipe de Endemias está realizando hoje (Quarta-Feira – 20), a dedetização em vários locais que englobam os órgãos da administração pública.

“Uma iniciativa importante para auxiliar no combate ao vírus em locais públicos que merecem uma atenção da gestão pública municipal, além de garantir mais segurança aos trabalhadores e a população de modo geral” – Destacou João Pedro secretário de Saúde.

Vale destacar ainda que, o prefeito Padre Domingos tem tomado medidas assertivas para combater o alastramento do vírus na cidade.

O Centro Avançado de Saúde da sede também vai receber o trabalho de dedetização, considerando que é um setor onde concentra e transita muita pessoas que buscam serviços de atendimento médico.

 Ações como essa ajudam no combate ao vírus, mas é preciso que cada cidadão se conscientize usando máscaras, ficando em casa, lavando bem as mãos e mantendo o distanciamento social.

 O momento ainda requer muita prevenção!!

Em meio a pandemia, moradores de Itapecuru e Rosário buscam atendimento e medicamentos em Santa Rita e Bacabeira

Em tempos difíceis como da pandemia de COVID -19, várias cidades sofrem com o caos na saúde devido a falta de investimentos nessa área. Duas das poucas cidades do Maranhão que investiram grandemente na saúde foram as cidades de Santa Rita e Bacabeira.

BACABEIRA
Inaugurado no dia 10 de novembro de 2019, o hospital e maternidade Municipal de Bacabeira, vem dando suporte não só para sua cidade como para a cidade de Rosário, onde o hospital Municipal SESP se encontra sucateado e sem condições de atendimento.

Vários relatos vinculados em redes sociais comprovam que a população de Rosário com suspeita de COVID -19, encontra atendimento no hospital Naila Gonçalo de Bacabeira. De acordo com os relatórios da equipe de saúde de Bacabeira, cerca de 30% dos atendimentos feitos na unidade são de moradores de Rosário.

SANTA RITA
A partir de 2017 em Santa Rita, após a revitalização do hospital Maria Helena Freire, da reabertura de 15 e inauguração de mais 7 UBS’s, a prefeitura tem se esforçado para garantir atendimento e medicamentos para a população local, além disso, o município ainda atende pessoas que residem em povoados situados no limite com a cidade de Itapecuru.

Esses atendimentos da população de Itapecuru em Santa Rita já somam cerca de 15% do total, e essa média tende a crescer ao longo do mês de maio, onde segundo especialistas, é o pico de contaminação do COVID – 19 em todo país. Vale destacar, que tanto a prefeitura de Bacabeira (comandada por Fernanda Gonçalo) como Santa Rita (comandada pelo médico Hilton Gonçalo) garantem tudo com recursos próprios.

Matões do Norte adquiri novos testes de Covid-19

Novos testes de Covid-19 são adquiridos para Matões do Norte.

Imagem de ilustração

A prefeitura de Matões do Norte em parceria com a Federação dos Munícipios do Estado do Maranhão – Famem realiza a solicitação de novos pedidos de testes para o diagnóstico ao enfrentamento ao novo coronavírus. O valor de cada teste custará R$ 160,00 reais ao município que deve receber um total de cem (100) unidades de testes para atender aos seus munícipes, totalizando um valor de R$ 16.000 (dezesseis mil reais).

O anuncio foi feito no início desta noite de Segunda – Feira (04) pelo gestor municipal Padre Domingos Costa. Para o prefeito essa é uma medida que facilitará o trabalho dos profissionais de saúde e é, mais uma das medidas adotadas pelo município para o combate ao Covid – 19.

“Seguimos reforçando a importância da prevenção como principal ferramenta de combate ao vírus, e contamos com a colaboração de nossa equipe de governo, dos profissionais de saúde e da população para juntos vencer esta pandemia”, disse Domingos Costa.

 

Enfermeiro João Pedro assume a secretaria de Saúde de Matões do Norte

Tomou posse na última segunda-feira (27), o novo titular da pasta da saúde em Matões do Norte. Quem assume o  cargo é o secretário adjunto, enfermeiro João Pedro.
Na oportunidade o prefeito Pe. Domingos Costa enalteceu o desempenho da ex-secretária Maria José Araújo, destacando sua forte e importante atuação e contribuição ao município de Matões durante a sua gestão à frente da saúde do município. O gestor deu as boas-vindas ao novo secretário, a quem desejou sucesso na nova missão.
“Grande colaboradora e incentivadora deste governo, Maria José, deixa o cargo  motivada por problemas de saúde na família, faço questão de  ressaltar seu excelente trabalho à frente da saúde municipal” destacou o prefeito Pe. Domingos Costa.