PSDB realiza convenção e confirma Padre Domingos candidato a Prefeito de Matões do Norte

O prefeito Padre Domingos (PSDB) concorrerá a reeleição ao lado de Vilma Sampaio que foi escolhida e indicada candidata a vice-prefeita.

A convenção aconteceu na tarde do feriado de 7 de setembro e confirmou a candidatura do prefeito Padre Domingos (PSDB) a reeleição. A chapa tem a ex – primeira dama Vilma Sampaio ( MDB), como candidata a vice-prefeita.

O evento contou com a presença do deputado Estadual Roberto Costa (MDB),e de autoridades e lideranças; políticas da região. Ao todo, o grupo soma três partidos PSDB, MDB e PSD e 28 candidatos concorreram a vagas na Câmara Municipal de Matões do Norte.

Durante o evento, o prefeito Padre Domingos destacou a necessidade de continuar a mudança e as transformações que a cidade precisa. “Matões do Norte já virou uma página, o povo venceu e vai continuar vencendo, transformamos a cidade em um canteiro de obras e vamos trabalhar muito mais. Por onde eu passo, o povo sabe que eu trabalhei e com respeito e cuidado com as pessoas. É essa postura que pretendo continuar zelando” – garantiu o candidato Padre Domigos.

Pesquisa Exata aponta Zé Martinho Kabão como favorito para vencer eleição em Cantanhede

O pré-candidato a prefeito, José Martinho Kabão (PDT), lidera pesquisa de intenção de votos para vencer as eleições de 2020 em Cantanhede. O levantamento foi feito pela empresa de pesquisa Exata, no período de 26 a 28 de agosto, a mesma avaliou a preferência do eleitorado e o resultado foi divulgado nesta segunda-feira (7), repercutindo em todo o Estado.

Zé Martinho Kabão, já administrou Cantanhede de 2009 a 2016 onde construiu um legado de gestor autêntico e responsável, comprovado por seus munícipes, e ao que tudo indica deve retornar ao comando do executivo municipal daquele município.

A pesquisa ouviu 348 entrevistados com idade a partir de 16 anos na sede e na zona rural de Cantanhede e está registrada no TRE/MA CONRE: 8747-5ª. A margem de erro é de 4,0 pontos para mais ou para menos e  a confiabilidade é 95%.

Veja os cenários abaixo:

Se a eleição para Prefeito fosse hoje, em quem o sr(a) votaria? (ESPONTÂNEA)

Zé Martinho: 46 %

Ruivo: 26%

Professora Vanda: 2%

Se a eleição para Prefeito de Cantanhede fosse hoje, e os candidatos fossem esses, em quem o sr(a) votaria? (ESTIMULADA – CENÁRIO A)

Zé Martinho: 52%

Ruivo: 31%

Professora Vanda: 8%

Na sua opinião, quem o sr(a) acredita que vai ganhar a próxima eleição para Prefeito? (ESTIMULADA)

Zé Martinho: 50%

Ruivo: 30%

Professora Vanda: 0%

PL oficializará Nonatinho Frazão candidato a prefeito em Pirapemas

Partido Liberal oficializará Nonatinho Frazão candidato ao executivo de Pirapemas.

Os partidos aliados do pré – candidato a prefeito Nonatinho Frazão (PL) vão realizar suas convenções partidárias no próximo dia 06 de setembro (Domingo). As agremiações deverão referendar apoio a Nonatinho Frazão, que deve ser eleito em novembro deste ano, prefeito de Pirapemas pela primeira vez.

A convenção contará com a presença do deputado Estadual Ciro Neto e dos Federais, Josimar de Maranhãozinho e Júnior Lourenço, além de lideranças politicas da região.

Em Bacabeira candidato inelegível faz propaganda com obra da Petrobras

Sem ter o que mostrar para seu pequeno eleitorado, o imperatrizense Venâncio, mais uma vez tentou ludibriar a população publicando uma obra da Petrobras atribuindo a si certa autoria.

Certidão Pessoa Física 1598833144352

Trata-se de uma escola construída pela Petrobras como compensação ao município em virtude da suposta implantação da Refinaria Preminum 1. Além de escolas, a estatal também investiu em pavimentação asfáltica, doação de veículos e outras coisas.

Venâncio, natural de Imperatriz, no sul do Maranhão, teve suas contas reprovadas pelo tribunal de contas do estado, permanece inelegível e tentará levar sua suposta candidatura até o último prazo pra substituir por algum parente.

Geraldo Nascimento confirma sua Pré – Candidatura a Vereador por São Luís

Com uma vasta folha de serviços prestados nos bairros de São Luís, sobretudo no Angelim e Turu. Geraldo Nascimento se consolida para uma cadeira a Câmara Municipal de São Luís no pleito de 2020. 

Policial aposentado, formado em Administração pela Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, possui MBA de Executivo em Gestão e Políticas Públicas FGV/ISAN. Geraldo foi líder estudantil (vice presidente do Diretório Acadêmico da UEMA) durante sua passagem como acadêmico de Administração.

Na vida profissional exerceu com muita competência diversos cargos públicos por onde passou, foi Chefe de Gabinete da Prefeitura de São Domingos, Assessor das prefeituras de Luís Rocha e de Cantanhede. Foi ainda Chefe de Gabinete da FAMEM de 2003 a 2006, Diretor Executivo da FAMEM de 2017 a 2018. Exerceu os cargos de Secretário Adjunto de Articulação no governo Jakson Lago e por último exercia a função de Secretário Adjunto de Articulação com os Municípios do governo Flávio Dino.

Geraldo Nascimento é detentor de uma vasta folha de serviços prestados em vários bairros da capital São Luís, principalmente no Angelim, bairro onde ganhou projeção, admiração e incentivo para disputar uma vaga ao legislativo.

Ao que tudo indica, Geraldo Nascimento tem amplas chances de chegar a Câmara de São Luís pela Rede Sustentabilidade, partido por onde milita na política.

Portando, é esperar para conferir!

TSE seguirá recomendação sanitária e excluirá identificação biométrica no dia da votação

Fiocruz e hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein prestam consultoria gratuita à Justiça Eleitoral.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seguirá recomendação apresentada na noite desta terça-feira (14) pelos infectologistas que prestam consultoria sanitária para as eleições municipais, e vai excluir a necessidade de identificação biométrica no dia da votação.

A decisão foi tomada pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, após ouvir os médicos David Uip, do Hospital Sírio Libanês, Marília Santini, da Fundação Fiocruz, e Luís Fernando Aranha Camargo, do Hospital Albert Einstein, que integram o grupo que presta a consultoria.

Técnicos do tribunal também participaram da primeira reunião da consultoria sanitária, que é prestada de forma gratuita e pretende estabelecer um protocolo de segurança, que deverá ser replicado em todas as seções eleitorais do Brasil.

Para decidir excluir a biometria, médicos e técnicos consideraram dois fatores: a identificação pela digital pode aumentar as possibilidades de infecção, já que o leitor não pode ser higienizado com frequência; e aumenta as aglomerações, uma vez que a votação com biometria é mais demorada do que a votação com assinatura no caderno de votações. Muitos eleitores têm dificuldade com a leitura das digitais, o que aumenta o risco de formar filas.

A questão deverá ser incluída nas resoluções das Eleições 2020 e levada a referendo do plenário do TSE após o recesso do Judiciário.

Ficou definido também na reunião que a cartilha de recomendação sanitária para o dia da eleição levará em conta cuidados para: eleitores (com regras diferenciadas para os que têm necessidades especiais); mesários; fiscais de partido; higienização do espaço físico das seções; policiais militares e agentes de segurança; movimentação interna de servidores e colaboradores no TSE e Tribunais Regionais Eleitorais (TREs); populações indígenas/locais de difícil acesso; e população carcerária.

O grupo deve se reunir semanalmente para definir as regras e a cartilha de cuidados.

Durante a reunião, os três médicos afirmaram ter a avaliação de que, em novembro – quando ocorrerá a eleição – a situação da pandemia estará em condição bastante inferior à registrada atualmente.

O objetivo do grupo será “proporcionar o mais alto grau de segurança possível para os eleitores, mesários e demais colaboradores da Justiça Eleitoral” por conta da pandemia da Covid-19.

O trabalho consistirá na avaliação de todos os riscos à saúde pública durante a votação, além do desenvolvimento e divulgação dos procedimentos e protocolos sanitários e ambientais a serem adotados.

O adiamento das eleições de outubro para novembro, aprovado pelo Congresso, foi defendido pelo TSE para atender as recomendações médicas e sanitárias de que postergar o pleito por algumas semanas seria mais seguro para eleitores e mesários. Conforme a emenda constitucional, o primeiro turno será no dia 15 de novembro, e o segundo turno no dia 29 de novembro.